XII ENREHSE - Encontro de Recursos Hídricos em Sergipe

Data: 18/03/2019 à 22/03/2019
Local: São Cristóvão - SE
Mais informações: https://www.abrhidro.org.br/xiienrehse

Geoquímica orgânica do sistema estuarino tropical Sergipe-Poxim: Fontes de matéria orgânica e riscos ecológicos

Autores

MICHEL RUBENS DOS REIS SOUZA

Tema

Água para Todos: Não Deixar Ninguém para Trás

Resumo

O sistema estuarino Sergipe-Poxim está localizado na área urbana da cidade de Aracaju, Nordeste do Brasil. Este sistema tem importância socioeconômica, porém, sofre forte contribuição negativa, sendo conectado a canais de esgoto in natura. Além disso, é ligado ao Oceano Atlântico, no qual ocorre exploração de petróleo. O objetivo deste trabalho foi avaliar a geoquímica orgânica deste sistema através de marcadores lipídicos esteróis e hidrocarbonetos policíclicos aromáticos (HPA) nas matrizes água e sedimento superficiais, e ostras (Crassostrea sp.) em dois períodos (março e agosto, 2017). No sedimento, observou-se um predomínio do esterol biogênico ?-sitosterol em ambos os períodos. Em todas as estações amostrais, os níveis de coprostanol foram > 100 ng g?1, indicativo de contaminação fecal. Razões diagnósticas entre esteróis confirmaram o predomínio de fontes de esgoto. Já os HPA foram determinados nas três matrizes. Em todas, os HPA apresentaram-se em baixas concentrações, sendo a pirogênica a fonte principal. Os índices de risco ecológico dos HPA para água e sedimento foram, em alguns casos, moderados, apresentando-se em níveis de alerta à saúde dos organismos, sendo que as ostras bioacumularam preferencialmente HPA de 2-4 anéis, entre eles o pireno, muito tóxico a bivalves. Portanto, este sistema necessita urgentemente de socorro.

Sistema de publicação de trabalhos técnico ABRhidro - Associação Brasileira de Recursos Hídricos
Desenvolvido por Pierin.com