XII ENREHSE - Encontro de Recursos Hídricos em Sergipe

Data: 18/03/2019 à 22/03/2019
Local: São Cristóvão - SE
Mais informações: https://www.abrhidro.org.br/xiienrehse

Espacialização da Susceptibilidade à Erosão e ao Assoreamento na Bacia Hidrográfica do Rio Sergipe (SE)

Autores

José Alves Bezerra Neto, Paulo Sérgio de Rezende Nascimento

Tema

Água para Todos: Não Deixar Ninguém para Trás

Resumo

O presente trabalho objetivou compartimentar a susceptibilidade erosiva e definir as principais áreas fontes de assoreamento dos corpos hídricos na Bacia Hidrográfica do Rio Sergipe, pela espacialização da densidade da rede de drenagem pelo método estatístico interpolador Kernel. Para subsidiar a análise da potencialidade erosiva, foram confeccionados os mapas de classes de declividade e cobertura do solo. Os resultados obtidos foram cinco classes de potencialidade erosiva e fontes de sedimento. Verificou-se que 34,8% da área total da bacia apresentam média a muito alta susceptibilidade aos processos erosivos. Na região de maior erobilidade da rocha/solo, a cobertura da terra é composta pela associação da caatinga, cultivo e pastagem (86,6%) e pela classe de declividade 8 a 20% com forma de relevo ondulada. A velocidade de escoamento das águas fluviais é alta, ocasionando o maior transporte de sedimentos, depositando e assoreando os corpos hídricos superficiais à jusante. O procedimento adotado mostrou-se eficiente para espacializar a potencialidade erosiva, fonte de sedimentos de deposição e assoreamento dos recursos hídricos superficiais da área de estudo, ponto de partida para elaboração do manejo adequado das atividades agropecuárias.

Sistema de publicação de trabalhos técnico ABRhidro - Associação Brasileira de Recursos Hídricos
Desenvolvido por Pierin.com