XIV SRHNE - SIMPÓSIO DE RECURSOS HÍDRICOS DO NORDESTE

Data: 20/11/2018 à 24/11/2018
Local: Maceió - AL
Mais informações: https://www.abrh.org.br/xivsrhne

CARACTERÍSTICAS HIDROQUÍMICAS DA ÁGUA DA SUB-BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO POXIM - SERGIPE

Autores

José do Patrocínio Hora Alves, Maria Hortência Rodrigues Lima2, Nívia Raquel Oliveira Alencar, Nívia Raquel Oliveira Alencar, Josefa Raimunda Dória1, Adnivia Santos Costa Monteiro

Tema

08. Hidrologia e hidrogeologia

Resumo

Nesse estudo foram investigados, usando o digrama de Gibbs e as razões iônicas, os mecanismos que controlam a hidrogeoquímica da água da sub-bacia do rio Poxim, no estado de Sergipe. Amostras de água de superfície foram coletadas no período seco de 2005 e chuvoso de 2006 em 15 estações distribuídas ao longo da sub-bacia, e nos períodos seco e chuvoso de 2013 e 2014, apenas nas estações 5, 8, 12 e 15. As amostras foram analisadas para determinação dos seguintes parâmetros: temperatura, pH, sólidos totais dissolvidos, sódio, potássio, cálcio, magnésio, cloreto, sulfato e bicarbonato. A abundancia iônica ocorreu na seguinte ordem Na > Ca > Mg e HCO3 > Cl > SO4. O diagrama de Gibbs indicou a interações água ? rocha e a precipitação pluviométrica como principais fatores que controlam a hidrogeoquímica dos constituintes dissolvidos na água. Através das razões iônicas foi possível inferir que o sódio na água foi originário da dissolução da halita, do sal marinho carreado através da deposição atmosférica e do processo de troca iônica resultante do intemperismo dos silicatos. As concentrações de cálcio e magnésio estão associadas à dissolução da calcita, dolomita e gesso, com uma redução nos valores de cálcio, em função do processo de troca iônica.

Sistema de publicação de trabalhos técnico ABRhidro - Associação Brasileira de Recursos Hídricos
Desenvolvido por Pierin.com