XIV SRHNE - SIMPÓSIO DE RECURSOS HÍDRICOS DO NORDESTE

Data: 20/11/2018 à 24/11/2018
Local: Maceió - AL
Mais informações: https://www.abrh.org.br/xivsrhne

ANÁLISE FISIOGRÁFICA DA BACIA DO RIO DE JANEIRO, BA

Autores

Rodolfo Novais Nogueira, Luís Gustavo Henriques do Amaral, Edimar Souza Dias, Juremá Ariana Oliveira Silva

Tema

08. Hidrologia e hidrogeologia

Resumo

A bacia hidrográfica do rio de Janeiro localiza-se no extremo oeste do estado da Bahia e possui papel representativo em termos turísticos e econômicos na região. Motivada pela implantação de projetos de modernização da agricultura no estado, a expansão agropecuária mudou totalmente a forma de ocupação do solo, podendo causar alterações significativas no regime hídrico da bacia. O objetivo desse trabalho foi caracterizar o balanço hídrico da bacia do rio de Janeiro. Para tanto, foi realizada a caracterização fisiográfica da bacia, a análise e tratamento de dados de precipitação e vazão e, além disso, obteve-se as variáveis anuais do balanço hídrico para a região. A bacia possui uma forma alongada, o que a torna pouco susceptível a inundações, apresenta uma rede de drenagem de ordem quatro e uma densidade de drenagem pobre. O relevo apresenta uma variação altimétrica de 442 m com uma declividade variando de 0 a 98%. Observou-se que a vazão diminuiu 14,3% e a precipitação no mesmo período diminuiu 24,1%. Dessa forma, verifica-se que, apesar de não ocorrer de forma proporcional, a redução na vazão do rio de Janeiro está relacionada com a redução nos totais precipitados na bacia.

Sistema de publicação de trabalhos técnico ABRhidro - Associação Brasileira de Recursos Hídricos
Desenvolvido por Pierin.com