XIV SRHNE - SIMPÓSIO DE RECURSOS HÍDRICOS DO NORDESTE

Data: 20/11/2018 à 24/11/2018
Local: Maceió - AL
Mais informações: https://www.abrh.org.br/xivsrhne

AVALIAÇÃO PRELIMINAR DA RELAÇÃO INTENSIDADE-DURAÇÃO-FREQUÊNCIA PELO MÉTODO DE KIMBAL. ESTUDO DE CASO: CAETITÉ - BA

Autores

Luana Ribeiro de Oliveira, Fabiano Cesar Tosetti Leal

Tema

04. Eventos extremos e projeções climáticas no planejamento dos Recursos Hídricos

Resumo

O nordeste brasileiro sofre com episódios de seca desde o século XVI, com isso o conhecimento sobre o regime de precipitação se torna de grande importância. Os dados de precipitações podem influenciar na caracterização do clima local e nas atividades econômicas de uma região. A altura pluviométrica máxima associada a diversos tempos de recorrência é um dado importante para o desenvolvimento de obras hidráulicas. Visto que essas obras são projetadas pensando no futuro, é necessário um conhecimento de precipitações de projeto definidas como eventos críticos de chuva. As precipitações de projeto são, normalmente, obtidas a partir das relações intensidade-duração-frequência (IDF), construídas a partir de registros históricos de precipitação fornecidos por postos de medição. O presente trabalho objetiva a construção da relação IDF para a cidade de Caetité-BA através de dados pluviométricos do Instituto Nacional de Meteorologia, considerando os estudos pioneiros de Pfafstetter (1957). Essa relação é construída por longa série de dados pluviométricos e modelada pelo método de Kimbal, onde obtém-se valores de alturas pluviométricas para chuvas de curta duração com períodos de retorno de até 50 anos.

Sistema de publicação de trabalhos técnico ABRhidro - Associação Brasileira de Recursos Hídricos
Desenvolvido por Pierin.com