XII ENAU - ENCONTRO NACIONAL DE ÁGUAS URBANAS

Data: 20/11/2018 à 24/11/2018
Local: Maceió - AL
ISSN: 2359-1897
Mais informações: https://www.abrh.org.br/xivsrhne

GESTÃO E CONTROLE ATIVO DE PERDAS REAIS NO SISTEMA DE ABASTECIMENTO DE ÁGUA ? ESTUDO DE CASO NA UNIDADE DE NEGÓCIO METROPOLITANA LESTE, FORTALEZA / CE.

Autores

Rafael Medeiros do Carmo Cajazeiras, Maria Patricia Sales Castro, RAQUEL JUCÁ DE MORAES SALES, CAMILA SANTIAGO MARTINS BERNARDINI, JULIANA ALENCAR FIRMO DE ARAÚJO

Tema

15. Instrumentos de apoio à gestão de águas urbanas

Resumo

O desperdício de água nos sistemas de distribuição é motivo de grande preocupação para as companhias de saneamento. Essas perdas ocorrem em diversos pontos do sistema de distribuição, desde a captação até o consumidor final. Identificar essas perdas é essencial para que as companhias de saneamento possam melhorar seus índices, preservar os recursos naturais, manter rendimentos econômicos e proporcionar maior satisfação para os usuários. O presente estudo teve por objetivo identificar e descrever a metodologia utilizada pela Unidade de Negócio Metropolitana Leste (UN-MTL) no controle ativo de perdas reais em sua estrutura de abastecimento. O índice de perda na distribuição (IPD) anual da em 2016 foi 36,83%, enquanto em 2017 houve uma diminuição para 33,58% devido às ações de combate a perdas da UN-MTL. Porém, a perda real teve um leve aumento de 22,79% para 23,97% no mesmo período. Mesmo com as ações de combate as perdas reais, esse aumento ocorreu devido aos grandes vazamentos em redes e adutoras em obras de infra-estruturas. Com isso é possível afirmar que o controle ativo de perdas reais é viável para controlar as perdas no sistema de abastecimento de água.

Sistema de publicação de trabalhos técnico ABRhidro - Associação Brasileira de Recursos Hídricos
Desenvolvido por Pierin.com