XII ENAU - ENCONTRO NACIONAL DE ÁGUAS URBANAS

Data: 20/11/2018 à 24/11/2018
Local: Maceió - AL
ISSN: 2359-1897
Mais informações: https://www.abrh.org.br/xivsrhne

CONTROLE QUALI-QUANTITATIVO DO ESCOAMENTO SUPERFICIAL ATRAVÉS DE TÉCNICAS DE DRENAGEM SUSTENTÁVEL. UMA PROPOSTA PARA A BACIA DO CÓRREGO DO SAPÉ, SÃO PAULO-SP.

Autores

Juliana Caroline de Alencar da Silva, Aline Carvalho Pereira, Rafael Barros de Almeida e Silva

Tema

14. Planejamento e desenho urbano com foco no manejo de águas pluviais

Resumo

Os problemas encontrados nos grandes centros urbanos de uma metrópole brasileira não estão aquém das dificuldades de conciliar uma urbanização sustentável preocupando-se com as cheias nas bacias. Na cidade de São Paulo, os períodos chuvosos, especialmente entre os meses de outubro e março andam sendo cada vez mais relevantes na incidência de precipitações intensas e de longa duração causando grandes inundações por toda a cidade. Um grande agravante nessa situação é o continuo enfoque da utilização única e exclusiva de técnicas clássicas com enfoque higienista para a solução dos problemas de drenagem urbana, como é o caso das canalizações dos córregos e rios. Deste modo, e analisando todo contexto que se encontra a atual situação dos Sistemas de Drenagem Urbana Brasileira, surge uma nova abordagem do tema que envolve o manejo sustentável das águas pluviais por meio da utilização de um conjunto de infraestruturas verdes compondo assim as medidas de controle na fonte, que podem ser integradas aos sistemas de drenagem existentes. Neste estudo é apresentada uma proposta para o controle quali-quantitativo do escoamento superficial com base em técnicas da drenagem sustentável, utilizando como estudo de caso a bacia do córrego do Sapé.

Sistema de publicação de trabalhos técnico ABRhidro - Associação Brasileira de Recursos Hídricos
Desenvolvido por Pierin.com