III SRHPS - Simpósio de Recursos Hídricos do Rio Paraíba do Sul

Data: 27/08/2018 à 29/08/2018
Local: Juiz de Fora - MG
Mais informações: http://www.ufjf.br/srhps/

ANÁLISE DAS CONDIÇÕES DE BALNEABILIDADE DA PORÇÃO MINEIRA DA BACIA DO RIO PARAÍBA DO SUL

Autores

JULIA PIAZI DE LIMA, Juliana Souza Silveira, FREDERICO WAGNER DE AZEVEDO LOPES

Tema

Meio Ambiente e Recursos Hídricos

Resumo

Apesar do monitoramento contínuo da qualidade das águas realizado pelo Instituto Mineiro de Gestão das Águas (IGAM), não são abarcadas nas análises, os aspectos da balneabilidade, imprescindíveis para áreas com atividades de contato primário. A bacia do Paraíba do Sul, apesar de ser uma área importante da região sudeste do Brasil, com intensa atividade econômica, não apresenta qualquer tipo de avaliação de condições de balneabilidade. Neste contexto, o presente trabalho tem por objetivo avaliar a qualidade das águas dos afluentes mineiros da bacia do rio Paraíba do Sul, por meio da aplicação do Índice de Condições de Balneabilidade ? ICB. Para tal, foi utilizada metodologia proposta por Lopes et al. (2014), cujo o índice abrange os parâmetros:E. coli, densidade de cianobactérias, pH e turbidez. O índice pode ser classificado em cinco categorias diferentes: excelente, muito boa, satisfatória, imprópria e muito ruim, sendo cada classe acompanhada de uma recomendação. Foram observados para a classificação do ICB, que os parâmetros impactantes foram E.coli e turbidez, sendo altos os valores de E.coli, evidências de poluição por material orgânico. Além disso, as bacias do Pomba e Muriaé apresentaram os piores ICB, influenciando na diminuição do ICB geral. Os efluentes da bacia dos rios Preto e Paraibuna alcançam o curso d'água são diluídos pelas afluências dos rios Preto e do Peixe, que possuem águas de melhor qualidade e não impactam no índice proposto. Foram ainda observadas diferenças do ICB para períodos chuvosos, com ICB menores para turbidez e E.coli, parâmetros alterados com presença de escoamento superficial. Com relação a classificação de longo termo, os pontos de pior desempenho no rio Paraibuna (ICB <25) localizam-se próximos a cidade de Juiz de Fora, grande centro urbano que lança efluentes nos cursos d'água. Além disso, os pontos de pior desempenho no rio Pomba se devem a proximidade do município de Cataguases, importante polo industrial. Deste modo, tendo em vista as condições impróprias de balneabilidade, torna-se imprescindível a implementação de programas que visem a preservação de áreas de lazer existentes e potencias na bacia, visando principalmente melhoria dos sistemas de saneamento ambiental.

Sistema de publicação de trabalhos técnico ABRhidro - Associação Brasileira de Recursos Hídricos
Desenvolvido por Pierin.com