III SRHPS - Simpósio de Recursos Hídricos do Rio Paraíba do Sul

Data: 27/08/2018 à 29/08/2018
Local: Juiz de Fora - MG
Mais informações: http://www.ufjf.br/srhps/

ESTIMATIVA DE PARÂMETROS MORFOMÉTRICOS PARA A BACIA DO RIO PARAIBUNA

Autores

Marcos Cicarini Hott, Ricardo Guimarães Andrade, Walter Coelho Pereira de Magalhães Junior, João Cesar de Resende, Letícia D'Agosto Miguel Fonseca

Tema

Técnicas Aplicadas em Gerenciamento de Recursos Hídricos

Resumo

A bacia hidrográfica é, naturalmente, uma unidade de manejo dos recursos ambientais e de uso das terras, e parâmetros geomorfométricos podem subsidiar a tomada de decisão, pois podem reunir aspectos relativos à drenagem e topografia, assim como à aptidão para atividades agropecuárias e serviços ambientais. Este trabalho teve por objetivo organizar a base de dados acerca da hidrografia e altimetria da Bacia do Rio Paraibuna, para, a partir do SIG e aplicação desenvolvida para processamento automático, estimar-se parâmetros morfométricos e depreender-se as condições hidrogeomorfológicas para formação de canais, dinâmica fluvial, solos e aptidão das terras. Foram estimados os seguintes parâmetros: comprimento da rede de drenagem, comprimento do rio principal, área e perímetro da bacia, número de segmentos de rios, densidade de drenagem, frequência de rios, razão de textura, extensão de percurso superficial, coeficiente de manutenção, menor e maior altitude, amplitude altimétrica, razão de relevo, razão de relevo relativo, índice de rugosidade, declividade média e coeficiente de rugosidade. A aplicação desenvolvida em ambiente do SIG proporcionou agilidade e precisão na estimativa dos parâmetros morfométricos da bacia, em razão do menor uso de interface gráfica e de funções especializadas no tratamento de matrizes. Os parâmetros concernentes à drenagem e hidrografia mapeada denotaram a complexidade da bacia, cuja rede fluvial se mostra encaixada, densamente distribuída e com grande extensão. A bacia possui um relevo bastante movimentado com Coeficiente e Índice de Rugosidade que indicam textura e resistência topográfica ao escoamento, compatível com áreas declivosas e de relevo forte ondulado, e que somado aos parâmetros de drenagem demonstram potencial hidroenergético e aptidão para pecuária e silvicutura.

Sistema de publicação de trabalhos técnico ABRhidro - Associação Brasileira de Recursos Hídricos
Desenvolvido por Pierin.com