XXII SBRH - Simpósio Brasileiro de Recursos Hídricos

Data: 26/11/2017 à 01/12/2017
Local: Florianópolis - SC
Mais informações: http://www.abrh.org.br/xxiisbrh

ANÁLISE DA VIDA ÚTIL DE UMA BARRAGEM DE REJEITO DE MINERAÇÃO DE FERRO: ESTUDO DE CASO DA BARRAGEM DO DIOGO, RIO PIRACICABA (MINAS GERAIS)

Autores

Tathiana Rodrigues Caetano, Hersilia de Andrade e Santos

Tema

8 - Hidrossedimentologia

Resumo

A mineração é um dos principais setores que demandam adequação do seu processo de exploração e beneficiamento quanto aos novos conceitos de reuso, reaproveitamento e otimização operacional, de forma a garantir serviços e produtos mais sustentáveis ambientalmente. O problema da vida útil dos barramentos e diques de mineração de ferro é que, quando comparada com os destinados para produção de energia e para captação de água para tratamento e distribuição, possui um período pequeno de funcionamento. Do ponto de vista ambiental, não é necessário apenas barrar os rejeitos produzidos, mas encontrar uma forma de utilizar esses rejeitos de mineração em outros setores, para que possa haver a diminuição de seu volume, além de promover a otimização desse barramento, para que a sua vida útil seja maximizada. Portanto, o objetivo deste trabalho foi analisar a vida útil da barragem do Diogo, localizado no Complexo de Água Limpa em Rio Piracicaba - MG. Para tanto, estimou-se curvas de deposição de rejeitos no barramentoe calculou-se sua a vida útil considerando diversos cenários. Além disso, gerou-se às curvas de cota-volume deste mesmo reservatório.

Sistema de publicação de trabalhos técnico ABRhidro - Associação Brasileira de Recursos Hídricos
Desenvolvido por Pierin.com