XXII SBRH - Simpósio Brasileiro de Recursos Hídricos

Data: 26/11/2017 à 01/12/2017
Local: Florianópolis - SC
Mais informações: http://www.abrh.org.br/xxiisbrh

ANÁLISE DAS PRESSÕES POR ESTÁGIOS DE EROSÃO DE UMA FOSSA A JUSANTE DE VERTEDOURO SALTO ESQUI

Autores

João Gerdau de Borja, Daniela Guzzon Sanagiotto, Marcelo Giulian Marques, Alba Valéria Brandão Canellas, Cássius Palauro, MAURICIO DAI PRA, VINÍCIUS SCHWANCK, Eduardo Pivatto Marzec

Tema

9 - Hidráulica e hidrodinâmica

Resumo

O vertedouro salto esqui é uma das alternativas mais adotadas para se dissipar a energia de extravasamentos d'água em médias e grandes barragens. A calha desse tipo de vertedouro comporta elevada vazão específica, concentrando o escoamento em um potente jato que inflige sobre o leito a jusante da barragem, transcendendo a capacidade de suporte das contenções estruturais de engenharia, na medida em que é capaz de erodir massas rochosas íntegras. Desta forma, cabe aos investigadores dos fenômenos hidráulicos em questão compreender os direcionamentos preferenciais de fluxo, suas magnitudes de pressão sobre o leito e, consequentemente, as tendências erosivas sobre as variações de material rochoso presentes no local. No presente trabalho são analisadas as pressões médias e flutuações de pressão sobre diferentes estágios de erosão em fundo sólido (fixo), servindo de base para melhor compreensão de como ocorre a evolução da erosão por meio da ação do jato, bem como auxiliar na calibração de modelos numéricos ou em análises de risco de vertedouros existentes. O modelo utilizado possui escala 1:100, seccional, do vertedouro da UHE Luiz Carlos Barreto de Carvalho. Os estudos foram realizados no IPH/UFRGS, com auxílio do LAHE/Furnas.

Sistema de publicação de trabalhos técnico ABRhidro - Associação Brasileira de Recursos Hídricos
Desenvolvido por Pierin.com