XXII SBRH - Simpósio Brasileiro de Recursos Hídricos

Data: 26/11/2017 à 01/12/2017
Local: Florianópolis - SC
Mais informações: http://www.abrh.org.br/xxiisbrh

ANÁLISE DAS CARACTERÍSTICAS FISIOGRÁFICAS E DO TEMPO DE CONCENTRAÇÃO DA BACIA DO CARÃO, CEARÁ

Autores

Brennda Bezerra braga, THAIS RODRIGUES ALMEIDA, CARLOS RODRIGO CASTRO SCHLAEFLI, KEULLY CRISTYNNE AQUINO DIÓGENES, RODRIGO MENDES RODRIGUES, CARLOS ALEXANDRE GOMES COSTA

Tema

4 - Hidrologia superficial e hidrometria

Resumo

A morfometria de uma bacia hidrográfica fornece uma descrição quantitativa do sistema de drenagem e tem grande relevância na previsão do grau de vulnerabilidade da bacia. A delineação das bacias hidrográficas foi realizada utilizando-se o software Arc-GIS 10.2.2, baseado no modelo digital de elevação derivado da imagem SRTM do satélite ASTER. Com base no fator de forma encontrado de 0,12 e no resultado do coeficiente de compacidade que foi de 1,64, pode-se inferir que a Bacia do Carão é pouco suscetível a enchentes em condições normais de precipitações. Tal constatação é validada também pelo baixo índice de circularidade encontrado no estudo (0,36). A Bacia do Carão apresentou uma declividade média de 19,51% e comprimento do rio principal foi de 50,88 km. O tempo de concentração obtido pela metodologia de Kirpich foi de 464 minutos, já utilizando a fórmula de Temez o resultado foi de 757 minutos; e pela fórmula de Ven te Chow o tempo de concentração foi de 252 minutos. Diante disso, conclui-se que a bacia do Carão possui características físicas desejáveis, quanto a vulnerabilidade a enchentes, além de um tempo de concentração adequado quando comparado com outras bacias rurais semiáridas.

Sistema de publicação de trabalhos técnico ABRhidro - Associação Brasileira de Recursos Hídricos
Desenvolvido por Pierin.com